Páginas

Vovó pergunta lá do Céu.....

.....por onde anda o casal que fez acordo para ficarem na mesma cidade?
Vovó deve estar juntando as idéias para contar uma boa história.



E-mail "falcatrua"* tem IP.

Envelopes postados tem carimbo do correio.

Melhor pingar que secar.

* E-mail Falcatrua é aquele que pessoas fazem achando que podem se esconder mas não podem.....

Maria Eduarda Marajoara e Marielene Mendes por onde vocês andam?

Preciso de vocês 'duas' e vou precisar em dobro....
Será que preciso pedir ajuda para localizá-las?.......rs....

Revelações.....

Em breve revelações de bastidores sobre a queda de alguns cartorários....

Titular de cartório pode aparecer na serventia.......

......apenas dois dias por semana como acontece em um cartório em S. Mateus do sul?
Ah, e esse mesmo serventuário foi removido enquanto respondia a processos administrativos, ele não deveria estar afastado e inapto para a remoção? E mais: Agora responde por crimes investigados pelo Gaecco, o TJPR não deveria afastá-lo de suas funções até o término desses processos?
São só perguntas......e se alguém puder me responder.......

A Lei.....

Regulamenta o art. 236 da Constituição Federal, dispondo sobre serviços notariais e de registro. (Lei dos cartórios)



Das Normas Comuns
CAPÍTULO I
Do Ingresso na Atividade Notarial e de Registro
        Art. 14. A delegação para o exercício da atividade notarial e de registro depende dos seguintes requisitos:
        I - habilitação em concurso público de provas e títulos;
        II - nacionalidade brasileira;
        III - capacidade civil;
        IV - quitação com as obrigações eleitorais e militares;
        V - diploma de bacharel em direito;
        VI - verificação de conduta condigna para o exercício da profissão.
        Art. 15. Os concursos serão realizados pelo Poder Judiciário, com a participação, em todas as suas fases, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público, de um notário e de um registrador.
        § 1º O concurso será aberto com a publicação de edital, dele constando os critérios de desempate.
        § 2º Ao concurso público poderão concorrer candidatos não bacharéis em direito que tenham completado, até a data da primeira publicação do edital do concurso de provas e títulos, dez anos de exercício em serviço notarial ou de registro.
        § 3º (Vetado).
        Art. 16. As vagas serão preenchidas alternadamente, duas terças partes por concurso público de provas e títulos e uma terça parte por concurso de remoção, de provas e títulos, não se permitindo que qualquer serventia notarial ou de registro fique vaga, sem abertura de concurso de provimento ou de remoção, por mais de seis meses.
        Art. 16. As vagas serão preenchidas alternadamente, duas terças partes por concurso público de provas e títulos e uma terça parte por meio de remoção, mediante concurso de títulos, não se permitindo que qualquer serventia notarial ou de registro fique vaga, sem abertura de concurso de provimento inicial ou de remoção, por mais de seis meses.           (Redação dada pela Lei nº 10.506, de 9.7.2002)
        Parágrafo único. Para estabelecer o critério do preenchimento, tomar-se-á por base a data de vacância da titularidade ou, quando vagas na mesma data, aquela da criação do serviço.
        Art. 17. Ao concurso de remoção somente serão admitidos titulares que exerçam a atividade por mais de dois anos.
        Art. 18. A legislação estadual disporá sobre as normas e os critérios para o concurso de remoção.


        Art. 19. Os candidatos serão declarados habilitados na rigorosa ordem de classificação no concurso.