Páginas

Lembram disso? Vem coisa por aí.......

Com desembargador, denúncia de fraude de cartorário

A documentação completa está no site http://cartorios.blogspot.com.br/. O desembargador Irajá Prestes Mattar tem em suas mãos um caso clamoroso de fraude que atinge o titular do 6° Cartório de Protestos de Curitiba, José Carlos Fratti, e de outro em Maringá que hoje se encontra sob titularidade de sua esposa, Zuleika Maria Leandro Fratti, e ainda o 5° Tabelionato de Notas de Cascavel sob a titularidade da filha, Maria Paula Fratti e, por meio de remoção, a titularidade do 6º Tabelionato de Protesto de Curitiba.
A denúncia, calçada em provas documentais, mostra que José Carlos Fratti apresentou documentos de qualificação para o cargo, entre eles a conclusão de curso universitário na Faculdade de Direito de Itapetininga. O histórico escolar dessa faculdade informou que José Carlos Fratti teria cursado parte do Curso Superior de Ciências Contábeis, da FAFIPAR.
Acontece que a FAFIPAR emitiu certidão que José Carlos Fratti jamais prestou vestibular na instituição e que seu histórico escolar apresentado em Itapetininga é fraudado e serviu para encaminhar sua formação em Direito na Faculdade paulista, conforme certidões. No mundo do Judiciário e dos cartórios não se fala em outra coisa.

http://www.fabiocampana.com.br/2012/10/nas-maos-de-desembargador-denuncia-de-fraude-de-cartorario/

Quem o Estado quer proteger????

De quando em vez me pego pensando (eu penso) e aí surgem uns questionamentos, duvidas, mas meio por preguiça (preguiça essa que já está passando) tenho deixado de lado......e com certeza essa dúvida não é só minha: Qual o interesse do Estado em determinar segredo de justiça em processos administrativos. O quê ou quem o Estado quer proteger com o sigilo, quando não há interesse de menor? Quem o Estado quer proteger? O próprio Estado? As instituições? Os envolvidos e os setores que eles representam???

Só uma idéia.........

PS: Vovó disse, lá do Céu, que essa é uma maneira de esconder "coisas" debaixo do tapete.

Ah, e  ela disse também que é prá levantarmos esses tapetes.

Será?



Maria Eduarda Majaroara, preciso de você.....

....que tanto  ajudou este Blog nas denúncias mais importantes.
O Blog está precisando de ajuda, por onde anda Marielen que também ajudava?

E os Interinos que foram efetivados em concurso de remoção?

MÔNICA MARIA GUIMARÃES DE MACEDO DALLA VECCHIA passou(?) no concurso de Remoção ou de Ingresso?
EDUARDO PACHECO LUSTOSA (também muito bem de parentada) escolheu um Cartório em Clevelândia.....será que vai morar na fazenda da familia?
Falando nisso, esse cartório de Protestos de Clevelândia não está sub judice? E caso esteja, qual o motivo???